(Peripheral) D@CL CHP – Tratamento percutâneo de hipertensão pulmonar crónica trombo-embólica

Decorreu no passado dia 16 de Maio, no Centro Hospitalar do Porto (CHP), a 15ª edição do D@CL.

A formação dos sócios da APIC nas diversas áreas da intervenção e o acesso dos doentes que sofrem de patologia do foro cardiovascular às terapêuticas mais avançadas são duas das principais preocupações da nossa Associação.

Nesse sentido, foi com muito apreço que acompanhámos os primeiros passos do programa de angioplastia pulmonar que está a decorrer no Centro Hospitalar do Porto, permitindo que doentes tenham mais facilmente acesso ao tratamento sem terem que se deslocar ao estrageiro, como previamente acontecia.

A hipertensão pulmonar secundária a tromboembolismo é uma patologia bastante prevalente e a angioplastia pulmonar vem oferecer uma nova modalidade complementar de tratamento, associando-se às duas já estabelecidas (cirúrgica – tromboendarterectomia pulmonar – e farmacológica).

Foram tratados com sucesso e sem complicações imediatas 4 doentes com hipertensão pulmonar secundária a embolia pulmonar. Ficamos satisfeitos em partilhar que não ocorreram também complicações quer no follow-up imediato, quer nas duas últimas semanas.

Foi um dia muito produtivo, em que a presença do Dr. Philippe Brennot (Hospital Marie-Lannelongue, Paris) muito contribuiu para uma partilha de conhecimento e experiência que foi verdadeiramente enriquecedora.

A APIC gostaria de agradecer a toda a equipa do Laboratório de Hemodinâmica do Serviço de Cardiologia do CHP por nos terem recebido e proporcionado um fantástico D@CL! Em particular agradecemos ao Prof. Henrique Cyrne de Carvalho, director do Laboratório de Hemodinâmica e aos restantes elementos da equipa de Cardiologia de Intervenção, o Dr. João Brum Silveira, presidente da APIC, e o Prof. André Coimbra Luz, principal impulsionador da técnica no Centro.