Glossário Cardiovascular

Como qualquer outra especialidade médica, a Cardiologia de Intervenção utiliza por vezes termos um pouco complexos. O nosso Glossário Cardiovascular foi desenvolvido para o ajudar a entender melhor cada designação. Para saber mais, consulte também a secção Perguntas Frequentes

A B C D E F G H I J L M N O P R S T V
Existem 12 entradas no Glossário Cardiovascular com a letra P.
Pacemaker
aparelho electrónico que se implanta debaixo da pele no toráx e que ajuda a regular a frequência cardíaca.

Palpitações
sensação desagradável de se ter consciência do próprio batimento cardíaco, habitualmente, irregular.

Paragem cardíaca
situação em que deixa de haver batimento cardíaco e o coração deixa de bombear sangue; pode dever-se a arritmias (ver fibrilhação ventricular) ou a falência do miocárdio.

Pericárdio
bolsa fibrosa que envolve o coração.

Pericardiocentese
procedimento através do qual utilizando uma agulha se aspira o derrame pericárdico.

Pericardite
Inflamação do pericárdio; habitualmente associa-se a dor no peito.

Placa aterosclerótica
ver aterosclerose.

Plaqueta
um dos três tipos de células que circulam no sangue (as outras duas são os glóbulos vermelhos e os glóbulos brancos); participam na coagulação do sangue.

Pressão arterial
pressão que o sangue faz na parede dos vasos; tem um valor máximo (pressão arterial sistólica) e um valor mínimo (pressão arterial diastólica).

Prolapso da válvula mitral
doença valvular que consiste no abaulamento da válvula mitral para dentro da aurícula esquerda.

Prótese valvular
aparelho mecânico (de metal) ou biológico (provenientes de outras espécies animais) que é colocada no coração para substituir uma válvula doente (ver doença valvular); habitualmente a substituição é feita por cirurgia cardíaca.

Prova de esforço
exame muito comum em que se avaliam as alterações no eletrocardiograma durante o esforço (caminhar/correr a diferentes velocidades e inclinações) num tapete rolante ou bicicleta ergométrica; é útil da detecção de doença coronária ou arritmias.

Fonte: Sociedade Portuguesa de Cardiologia

TOP